'Amor à vida': Valdirene, enfim, é pedida em casamento por um milionário

9 de agosto de 2013

O sonho de Márcia, enfim, vai se realizar: Valdirene será pedida em casamento pelo milionário Ignácio, em “Amor à vida, confira...

O ricaço está encantado com o jeito natural e atrapalhado da piriguete. Tanto que nem liga para as gafes dela durante um jantar em um restaurante chique. “Já vi que esse rodízio é top dos top, ó lá o tanto de talher nas mesa! Você pega a picanha com um, a lingüiça com otro...”, diz Valdirene.

Ignácio ri e explica que não é rodízio, mas que ela pode pedir o que quiser. E pede um champanhe francês, para alegria da namorada. “Estrangeiro! Oba, já começamo bem!”, comemora Valdirene, que ao pegar o cardápio, estranha: “Moço, volta aqui um instantinho. Esse cardápio aqui é de gringo. Traz o de gente normal, faz favor”.

O maitre informa que é o único da casa e Ignácio adora o jeito da piriguete. “Pode deixar que eu resolvo com ela. Adoro esse teu jeitinho... tão autêntico...”, diz ele, perguntando o que ela quer experimentar. Empolgada, Valdirene diz que quem come salsicha todo dia topa experimentar de um tudo! "Escolhe aí gato. Adoro surpresa!".

Mas, quando o prato vem, a filha de Márcia se surpreende com a codorna com figos e endívias. "Vem cá, moço, que pedaço da galinha é esse?", indaga. "Isso é codorna recheada com figos e endívias. Uma das especialidades da casa. Bom apetite", diz o maitre, que se afasta.

Valdirene fica passada e confusa por não saber como comer. O ricaço lhe mostra o tipo de talher certo. A namorada tenta comer a codorna, mas um pedaço voa no colo de uma cliente da mesa ao lado, que está com o marido. Valdirene se levanta e começa a limpar o vestido da mulher. "Foi mal, moça! Mas ó só, manchô só um tiquinho, chegando em casa, cê esfrega no tanque que fica novo", afirma, sem graça.

Zelo de mãe e anel de noivado
Certa de que Ignácio está babando por Valdirene, Márcia vai atrás de um amigo para ajudá-la a levantar a ficha do cara. "Preciso saber desse rapaz, que parece milionário e tá assediando a minha filha...eu quero saber se é rico mesmo... se tem ficha na policia... Ignácio Alvimar Carvalho", informa.

O amigo avisa que ele tem muitos bens, é de família de posses, com tudo declarado. "Ficha suja ele não tem... Esse homem tá a fim da tua filha?", indaga. "Apaixonado! Finalmente, a  Valdirene arrumou um milionário", comemora a ex-chacrete.

Enquanto isso, depois de um novo jantar atrapalhado, Ignácio deixa Valdirene em sua casa. E tenta convencê-la de ir a um lugar mais tranquilo com ele. Afinal, a moça ainda não deu nem um beijo no milionário, fazendo-se de dificílima. Mas a piriguete dá um passa fora. " Pó pará, que eu sou letrada. Esse teu hotel num começa com “o”, não... começa é com “m” de Motel. Cê tá cheio de má intenção... Eu já disse que sou difícil, dificílima... Só dô intimidade quando casá...", decreta.

Ignácio, então, decide: "Já que é assim, tudo bem. Marca um almoço com a sua mãe pra amanhã, eu passo pra pegar cês duas. Eu quero conversar com ela". Ao chegar com a notícia em casa, Márcia, dá pulos de alegria. " Fico nervosa só de pensar que finalmente, o grande dia vai acontecer", empolga-se.

Já no almoço, a esfomeada Valdirene quer comer tudo que vê pela frente. A ex-chacrete a repreende pela falta de educação, mas Ignácio a deixa tranquila. "Deixa, dona Márcia, eu gosto desse jeito... espontâneo dela...  Gosto tanto que...", diz o ricaço, que tira uma caixa de joia do bolso, abre e mostra um anel com solitário. "Eu quero pedir a mão da sua filha em casamento. Valdirene, cê aceita se casar comigo?", afirma o milionário, deixando mãe e filha boquiabertas.

Imprimir