Casados há quase 66 anos, idosos morrem num intervalo de 11 horas

27 de agosto de 2013

Ruth Knapke tinha 89 anos e foi a primeira a ficar doente. Mas foi Harold, com 91 anos, que morreu primeiro, veja matéria..



Jornais americanos informaram que um casal de idosos, juntos há quase 66 anos, morreu no mesmo dia com um intervalo de 11 horas.

O casal de Ohio, Estado no centro-oeste dos Estados Unidos, morreu em casa, na sala de repouso que dividia, no dia 11 de agosto.

Harold e Ruth Knapke começaram o relacionamento através de cartas durante a Segunda Guerra Mundial.

"Eu acho que todos nós concordamos que não foi coincidência", Carol Romie, uma dos seis filhos do casal disse à ABC News.

Ruth Knapke tinha 89 anos e foi a primeira a ficar doente. Mas foi Harold, com 91 anos, que morreu primeiro.

Eles foram enterrados juntos.

Ato de amor

Seus filhos disseram ao jornal local Dayton Daily News que esse foi o "ato final de amor".

"Acreditamos que ele queria acompanhá-la além dessa vida, e ele o fez", disse Margaret Knapke, uma das filhas do casal.

De acordo com a ABC News, Harold foi professor, treinador e diretor de atletismo no Fort Recovery, um forte do Exército americano em Ohio. E Ruth trabalhou como secretária em uma escola depois de ficar em casa alguns anos para criar os filhos.

A procissão funeral parou em frente a casa onde eles viveram e construíram sua família.

Os proprietários atuais baixaram uma bandeira americana a meio mastro para homenagear o casal.

Ruth e Harold completariam 66 anos de casados no dia 20 de agosto.


Imprimir