Morre Champignon, ex-baixista do Charlie Brown Jr.

9 de setembro de 2013

Segundo informações da rádio CBN, músico foi encontrado morto em seu apartamento, na madrugada desta segunda-feira (9), vítima de um disparo de arma de fogo, veja matéria...

Luiz Carlos Leão Duarte Júnior, 35, mais conhecido como Champignon, ex-baixista da banda Charlie Brown Jr., foi encontrado morto, na madrugada desta segunda-feira (9). Segundo informações da rádio CBN, o músico foi encontrado com um tiro de arma de fogo em seu apartamento, localizado no bairro do Morumbi, área nobre da zona sul de São Paulo.

De acordo com a reportagem da rádio, a Polícia Militar encontrou o músico morto por volta da 00h15, após vizinhos ouvirem um disparo e gritos da mulher de Champignon, Cláudia Campos, que está grávida de cinco meses.

Segundo informações, os dois saíram, na noite do domingo (8), para jantar em um restaurante da região e retornaram no início da madrugada. Momentos depois de voltarem à residência, ouviram-se os barulhos vindos do apartamento. 

Champignon foi encontrado no quarto do casal, ao lado de uma pistola .380 e com um tiro na face, próximo à boca. O caso foi registrado na 89º Delegacia de Polícia, em São Paulo e a equipe trabalha com a hipótese de suicídio. A arma já foi apreendida e será levada para o Instituto de Crimanlística, que fica no próprio bairro do Morumbi, e o Instituto Médico Legal já estava no local para retirar o corpo. A mulher do músico, em estado de choque, foi levada a um  hospital da região.

A perícia já está no local, revelou que apenas um tiro foi disparado e Champignon já foi encontrado sem vida. A morte do vocalista é mais uma tragédia que assola a extinta banda, liderada por Alexandre Magno Abrão, o Chorão, encontrado morto no dia 6 de março deste ano por conta de uma overdose de cocaína, segundo resultado da necrópsia divulgada em abril. 


Carreira musical

Champignon começou a carreira musical ainda cedo, mas entrou no Charlie Brown Jr. em 1997. Com a banda, ficou entre 1997 e 2005, quando pediu para sair após sete álbuns lançados. Após a saída do CBJ, lançou uma nova banda, a Revolucionnarios, na qual permaneceu entre 2005 e 2008. No mesmo ano, integrou outro projeto musical, chamado Nove Mil Anjos (2008-2009), que contou com Junior Lima assumindo a bateria.

Retornou em 2011 ao Charlie Brown Jr., mas que chegou ao fim com a morte de Chorão este ano. Para homenagear o ex-líder, Champignon e demais integrantes do Charlie Brown criaram um novo grupo, chamado A Banca, formado por Marcão (guitarrista), Thiago Castanho (guitarrista) e Bruno Graveto (baterista), todos ex-membros, além da cantora Lena, que assumiu o posto de baixista, já que Champignon ficou responsável pelos vocais.

Homenagem

Estava marcado para o dia 3 de outubro um show em homenagem a Chorão, com participação especial de artistas como A Banca, Falcão (O Rappa), Dinho (Capital Inicial), Marcelo D2, Di Ferrero (NX Zero), Rogério Flausino (Jota Quest), Zeider (Planta e Raiz), Alexandre Carlo (Natiruts) e Samuel Rosa (Skank).


Imprimir