Márcia tentará avisar a Félix que ele está sendo investigado: 'Só queria o bem do meu...

24 de outubro de 2013

Nos próximos capítulos de "Amor à vida", Márcia  fará de tudo para proteger Félix, confira...


A ex-chacrete finalmente lembrará que viu o vilão no bar onde Paloma (Paolla Oliveira) deu à luz e ficará muito nervosa. Ela irá atrás do administrador no San Magno para alertá-lo do perigo de ser descoberto, mas não conseguirá contar tudo. Depois, revelará que só queria o bem de seu "menininho".

Tudo começará quando Bruno (Malvino Salvador) conseguir levar as fotos de Félix, tiradas por Aline (Vanessa Giácomo), para que o ex-dono do bar, agora pastor, veja e faça o reconhecimento. Márcia irá junto com o rapaz e, ao olhar as imagens, ficará perplexa.

- Que cabeça a minha, eu conheço esse homem, ele trabalha no hospital San Magno. Eu sempre tenho uma sensação ruim quando chego perto dele - dirá ela.

- Será que é porque ele é realmente o tal homem alto, elegante, que você viu entrando no bar? - insinuará Bruno, que fará a vendedora tremer.

- Foi só uma dúvida que surgiu. Na verdade, é outro assunto que me veio na cabeça - desconversará ela, que, nervosa, começará a passar mal.

O corretor ficará preocupado com a reação de Márcia e pedirá explicações.

- É que de repente eu pensei numa possibilidade terrível. Eu acho que sou um pouco lenta, mas esse rapaz... Qual é mesmo o nome dele?

- Félix... Por quê? Você lembrou dele?

- É, não... Desculpa, Bruno, é que eu ando com tanta preocupação, estava lembrando de outra coisa e acabei misturando tudo - desconversará a ex-chacrete, que sairá apressada, sem dar mais detalhes.

Ela se abrirá com Rinaldo (Marcelo Flores):

- Eu não juntei os fios. Eu acho que eu posso estar prejudicando muito uma pessoa que eu não devia, não podia, não quero prejudicar. Eu não fiz por mal, sabe, pensei que estava fazendo coisa boa, e no fundo é uma coisa certa, mas justo esse nome... Félix não é um nome comum. Eu devia ter juntado os fios, ter percebido que era o mesmo. O mesmo filho daqueles dois. Imagina, eles estavam no casamento da Paloma, mas eu bebi, me diverti, e só tinha cabeça para pensar em casar a Valdirene (Tatá Werneck). Então eu embaralhei tudo, e falei mais do que devia falar para o Bruno. Porque Félix, esse nome, entende, só pode ter um, ainda mais... Eu sou muito burra por não ter visto o que estava na minha cara - explicará ela, em tom de mistério.

O empregado do bar de Denizard (Fúlvio Stefanini) orientará a amiga a procurar Félix e contar tudo. Ela dirá que é um ótimo conselho e promterá impedir "tudo de ruim que está para acontecer" com o vilão. Em seguida, irá ao San Magno falar com o administrador. Félix, claro, não receberá bem a vendedora, que terá dificuldades para chegar ao assunto.

- Eu fiquei muito, muito tempo sem lembrar. Mas agora eu lembrei. Sempre que eu te via, tinha a impressão de já ter visto você antes, em algum lugar, e também tinha aquela sensação ruim. Mas finalmente eu lembrei. Você foi no bar, há muitos anos atrás. Quando aquela moça, a Paloma, teve o bebê. Eu fiz o parto, eu estava saindo de lá às pressas, e foi um instante só, por isso eu demorei tanto para lembrar. Mas foi você sim que eu vi entrando. Então, fica o mistério. O que você foi fazer lá no bar, quando ela teve o bebê?

Félix desconversará e dirá que foi procurar a irmã, mas não chegou a encontrá-la nesse dia. E ainda acusará Márcia de planejar uma chantagem.

- Félix, eu preciso te dizer uma coisa, é para o seu bem - insistirá a vendedora, que acabará expulsa, chorando.

A secretária Simone (Vera Zimmermann) verá a vendedora e dirá que ela não deveria ter entrado na sala.

- Mas eu só queria o bem do Félix, do meu menininho - argumentará a ex-chacrete.

- Seu menininho? - questionará a moça.

- Não importa agora, essa é uma história muito antiga. Eu preciso falar com ele - encerrará Márcia, que pedirá ajuda a Atílio (Luis Melo) para conseguir falar com Félix. O administrador ficará curioso, mas Márcia fará mistério:

- Eu não posso dizer para você, nem para ninguém. Mas eu preciso falar com ele. Eu cometi um terrível engano. Eu acho que cometi, nem tenho certeza. Mas é um engano que eu não podia cometer, não com o meu menininho.


Mesmo com a intervenção de Atílio, ela não terá sucesso.


Imprimir