Crime, danos morais e lesão corporal. Justin Bieber pode levar vários processos por confusões no Brasil

8 de novembro de 2013

A passagem de Justin Bieber pelo Brasil causou várias polêmicas que podem gerar processos confira..


Justin Bieber é conhecido por causar confusão aonde quer que vá, mas sua passagem pelo Brasil foi "especial" quando falamos de polêmicas. Em menos de uma semana, o cantor conseguiu aprontar tanta coisa que foi até difícil acompanhar.


Ele pichou muros, xingou fotógrafos, visitou uma boate erótica, decepcionou fãs, caiu na balada e muito mais. O R7 conversou com um especialista em direito penal para falar sobre possíveis punições ao cantor e sua equipe. O resultado dessa conversa é impressionante: Justin pode enfrentar inúmeros processos por suas atitudes no Brasil! Descubra quais nas próximas imagens


Danos ao patrimônio particular


O caso que mais deu o que falar foi a pichação feita por Justin no Rio de Janeiro. O cantor alega que tinha autorização da prefeitura, acabou sendo autuado pela PM do Rio, uma vez que estava grafitando em propriedade privada. Segundo o especialista em direito penal Mauricio Januzzi, Bieber pode sim ser processado por danos ao patrimônio particular. Ele teria que pagar multa e arcar com as despesas para restaurar o que danificou


Danos morais e materiais

Embora tenha sido simpático com alguns fãs, Bieber teria maltratado outros. Um grupo que perseguia o carro do cantor alega que ele e sua equipe foram extremamente grosseiros. O estudante Norton Barboza, que estava no grupo de fãs, gravou um vídeo que virou hit na internet. Nas imagens, Norton relata que os seguranças de Justin chegaram a furar o pneu do carro em que ele e seus amigos estavam para impedir que continuassem a "perseguição". Além disso, Justin teria gritado com eles e dito que eram "os piores fãs do mundo"


Lesão corporal

Os seguranças de Justin Bieber estavam prontos para defendê-lo a qualquer custo. Fotógrafos que seguiam o cantor relataram diversos tipos de abuso, como empurrões, que, segundo o especialista em direito penal Mauricio Januzzi, podem ser considerados lesões corporais dolosas, em que existe a intenção de agredir. Quando Justin estava pichando nas ruas do Rio, a polícia teve que ser chamada para proteger os fotógrafos de agressões


Propaganda enganosa


Os Meet & Greets ("conhecer e cumprimentar", no português) são ingressos especiais no qual os fãs pagam para conhecer seus ídolos e tirar uma foto com eles. No caso de Justin, os fãs pagaram cerca de R$ 2,8 mil por isso. No entanto, muita gente reclamou na internet que o encontro durou poucos segundos e que Justin e sua equipe foram bastante grosseiros. Segundo Marcelo Januzzi, os fãs que se sentiram lesados podem sim entrar com processo por propaganda enganosa, já que Justin não chegou cumpriu parte do que era prometido, a interação com os fãs




Danos ao consumidor

Os atrasos de Justin para começar os shows em São Paulo e no Rio de Janeiro também renderiam processo por danos aos consumidores. Se provado que o atraso foi por culpa de Justin e sua equipe e não da empresa que organizou as apresentações, ele poderia ser processado


Boate erótica

Segundo o especialista em direito penal Mauricio Januzzi, Bieber não pode ser processado por ter visitado uma boate erótica e saído de lá com algumas garotas. No entanto, ele ressalta que o comportamento do cantor, que é uma figura pública, pode estimular o turismo sexu@l no Brasil

A conta

Segundo cálculos de Mauricio Januzzi, por cada processo, Justin poderia ter que pagar até cerca de R$ 7.920. Esse valor vai sendo multiplicado conforme o número de pessoas que queiram processar Justin. Não há como calcular o valor máximo de multas, já que não dá para estimar o número de processos, nem mesmo se existirá algum ou se Bieber seria mesmo condenado por eles. No entanto, é possível ter uma dimensão.

Por exemplo, se 100 pessoas se sentirem lesadas, quiserem processá-lo e Justin for condenado a pagar indenização a eles, o valor poderia chegar a quase R$ 8 milhões! 

(Créditos: R7)


Imprimir