Saiba quais são as atitudes mais frequentes que podem acabar com seu relacionamento

10 de abril de 2015

Algumas atitudes esfriam e até podem destruir uma relação, confira...


É preciso ficar atento ao relacionamento e evitar algumas atitudes e manias para que o convívio seja harmônico e duradouro.
Confira abaixo 5 destas situação que podem destruir um relacionamento, e comente abaixo sua opinião:


Invadir as redes sociais, investigar o celular e monitorar e-mails
“Vasculhar a vida do outro assim é sinal de que o companheiro (a) perdeu o respeito”, Essa atitude pode abalar o relacionamento de tal forma, que às vezes não se consegue recuperar o que passou. Monitorar a vida pessoal do parceiro é como buscar razões para brigar, muitas vezes se acaba entendendo mal, ou levando para o lado pessoal, atitudes que não foram realizadas com segundas intenções. “Isso é resultado de insegurança na relação, não há relacionamento sem confiança”.

Cobrar que ele diga coisas que ela quer ouvir
“A primeira coisa que a mulher precisa admitir é que o homem não está ligado em corte de cabelo ou roupa nova. Quem repara nesse tipo de coisa é a própria mulher”. Mesmo que ela faça com que o homem veja, comente e peça elogios, ele não vai reparar da próxima vez. Isso de forma alguma é sinônimo de falta de amor dele. “Não é porque ele não reparou que não te acha bonita ou te admire”, comenta. Existem homens que amam muito, mas não dizem nada. O importante é se adaptar ao jeito dele.

 Crises de ciúmes em público
“Qualquer situação em público, sejam críticas, brigas ou ciúmes são inviáveis”. O amor está diretamente ligado à admiração e se ela acaba, o sentimento vai junto. Aqueles barracos na frente dos outros vulgariza o relacionamento e pode até fazer com que o homem mude na relação, mas para pior. Caso esteja realmente com ciúmes, espere chegar em casa e comente, sem medo ou vergonha. “Diga que o ama, mas que não se sente bem com tal atitude ou pessoa”, explica.

Querer mudar o outro
Pedir para ele tirar a barba que ele tanto gosta, mudar o estilo da roupa, não ouvir mais aquelas músicas… Mudar a personalidade do outro é uma tarefa impossível e torna a relação a dois muito mais complicada. “As pessoas acreditam que é possível mudar o próximo, mas isso só acontece se ele quiser mudar. A gente já têm um trabalho danado para mudar a nós mesmos”.

Isolar o outro dos amigos e da família

“Essa atitude é simplesmente falta de ética no relacionamento, não pode nem ser caracterizada como ciúmes”, explica a psicoterapeuta. Ele não precisa estar o tempo todo com os amigos e a família, porém isolá-lo deles é afastá-lo de suas raízes. Assim como você precisa do seu almoço com as amigas, ele também precisa se distrair.



Imprimir