5 tipos de doenças mais raras e exóticas do mundo, Veja!!!!

17 de janeiro de 2016

Algumas doenças são tão raras, que ainda estão sendo estudadas pela medicina. Muitas, não há dados registrado de causa ou tratamento, muito menos cura...

Síndrome do Lobisomem 

A síndrome provoca crescimento de cabelo no rosto e outras regiões do corpo onde o cabelo normalmente não cresce. A doença faz com que a pessoa se pareça com um lobisomem porque o cabelo cresce pelo rosto inteiro, deixando pouca ou nenhuma pele visível. Desde os anos 1800, as pessoas foram fascinadas com aqueles que tinham esta doença rara, e muitas das maiores trupes circenses durante os anos 1800 e 1900 apresentaram “estranhos” que tinham a síndrome do lobisomem. 

 

Elefantíase 

 A elefantíase, ou filariose, é uma doença parasitária que afeta a circulação linfática. Esta infecção é causada por um nematódeo que promove uma reação inflamatória nos vasos linfáticos, causando uma obstrução funcional e fazendo com que a perna afetada, por exemplo, fique muito dilatada - assemelhando-se a pata de um elefante.

 

Progeria 

 

É uma doença genética extremamente rara que acelera o processo de envelhecimento em cerca de sete vezes em relação à taxa normal. Uma criança com 10 anos se parece com uma pessoa de 70 anos. A palavra progeria é derivada do grego e significa "prematuramente velho". A expectativa média de vida das pessoas é de 14 anos para as meninas e 16 para os meninos. Desde a sua identificação foram relatados cerca de 100 casos. As vítimas de progeria nascem bebês normais mas, por volta dos 18 meses, começam a desenvolver sintomas de envelhecimento precoce.

 

Meta-hemoglobinemia 

 

Uma doença ultra-rara, esta doença de pele deixou vários membros de uma família de Kentucky com a pele azul. A família vive ali desde a década de 1960 e se tornou famosa pela pigmentação única da pele.
Não ocorreram efeitos colaterais para a doença deles, mas muitos descendentes da família continuam a nascer com pigmentação da pele que causa a aparência azul ou até roxa.

 


Síndrome do Vampiro
 

A doença chamada de Porfiria ou Síndrome do vampiro, pois ela faz com que quando uma pessoa portadora desse mal entre em contato com a luz solar, seu corpo fique cheio de bolhas e manchas.

Existem diversos tipos de Porfiria, porém a mais famosa é a cutânea, pelo fato de existir toda essa lenda em volta dela. Tanto que dizem que as histórias de vampiros podem ter surgido graças a pessoas que tinham esse problema no passado, pois os médicos dizem os enfermos precisam de mais hemoglobina, algo que pode ser conseguido bebendo-se sangue. E como não havia conhecimento da doença no passado, ela podia ser tratada como vampirismo e a lendas dessas criaturas podem nada mais ser do que uma doença mal interpretada.

 


Imprimir