Adele reaparece magra e sem maquiagem em capa de revista. Veja

19 de janeiro de 2016

Em entrevista para revista Rolling Stone, Adele fala sobre novo álbum e privacidade.... 

Quatro anos depois, Adele voltou. E voltou com tudo.
Após quebrar recordes de vendas nos Estados Unidos e estrear no topo da Billboard com seu novo single Hello, Adele aparece deslumbrante e de "cara lavada" na capa da edição americana da revista Rolling Stone. Durante a entrevista, ela falou sobre a produção de 25, privacidade, carreira e feminismo.
Para começar, Adele garante que, diferente do que você pensou assim que ouviu Hello pela primeira vez, a música não é uma carta ao ex-namorado que inspirou o álbum 21 – não é sobre ninguém.
“Se eu estivesse escrevendo sobre ele, seria horrível. Essa música é muito mais sobre me reagrupar comigo mesma, me reconectar”, disse.
E você que espera ansiosamente por um show da cantora, espere ainda mais. Ela disse ainda não saber se fará uma turnê mundial do álbum e por enquanto só ensaia para uma série de apresentações na TV americana.
“Minha carreira não é minha vida, é o meu hobby”, concluiu, acrescentando que deseja sempre estar pronta para lançar álbuns, se apresentar por um tempo e depois “desaparecer” de novo.
Adele ainda disse ser feminista e admitiu que sente que muitas vezes é alvo de perguntas sexistas só por ser uma mulher. "Se há um movimento, isso é ótimo", diz ela. "Quem está fazendo isso? Você vai me perguntar se eu sou uma feminista? Eu não acho que fazem essa pergunta para os homens em entrevistas".
O repórter não faz a pergunta, mas ela decide continuar mesmo assim: "Eu sou feminista. Eu acredito que todos deveriam ser tratados da mesma forma".
E confessou não se sentir nada confortável em reuniões de trabalho com homens. Por ser mulher, muitas vezes ela não é levada a sério. "É como, 'Bom, eu sou a porra do artista'. Então eu sei da porra toda, na verdade! Do tipo, 'Não fale assim comigo'", disse.
Publicidade
</div> <div id='passback-wb50b30111d'></div>
Outro momento "girl power" da entrevista foi quando ela disse que trabalhou com Sia antes de 25 e falou:
"Na verdade eu amo a dinâmica que criamos estando ali, sendo super mandonas. E todos aqueles homens produtores, e eles todos putos porque estávamos lá fazendo isso". 

Adele ainda falou sobre imagem corporal e disse que já foi cogitada para uma capa da Playboy. "Me perguntam: 'Você posaria para a Playboy?', tantas vezes que chega a ser ridículo. Eles perguntam porque eu sou uma mulher ou porque eu sou gorda?", provocou.
E completa:
"Eu mostraria meu corpo se eu fosse mais magra? Provavelmente não, porque meu corpo é meu. Às vezes eu fico curiosa para saber se eu faria sucesso se não fosse uma mulher 'plus size'. Eu não sou perfeita e acho que muitas pessoas se colocam como perfeitas, inalcançáveis e intocáveis".

Fonte> http://www.brasilpost.com.br/

 


Imprimir