8 Fotos mostram a diferença assustadora entre gêmeos fumantes e não fumantes, veja!

20 de agosto de 2016

A pesquisa é do Departamento de Cirurgia Plástica da Case Western Reserve University, em Ohio, Estados Unidos, e deixa clara a forma como o tabaco influencia e acelera mudanças no corpo das pessoas...

A pesquisa foi baseada em imagens do rosto dos gêmeos, baseando-se na diferença de tempo em que ambos fumaram durante a vida, e estilo de vida que mantinham.
 Nem tudo dependerá apenas dos cigarros, mas pra tornar os resultados mais confiáveis, os pesquisadores incluíram um questionário a cada retratado (perguntando sobre outros hábitos que pudessem acelerar o envelhecimento, como o estresse ou o consumo de álcool), e um painel de três júris, de olhos vendados, pra analisar as expressões faciais e o nível de rugas dos irmãos.
As conclusões apontam no mesmo sentido: fumar favorece o envelhecimento e a degradação da pele. A explicação técnica é dada por um dos pesquisadores, Bahman Guyuron – “fumar reduz a formação de colágeno, resulta na degradação do colágeno e reduz a circulação na pele. Além disso, a nicotina diminui a espessura da pele. Tudo issodiminui a elasticidade da pele e causa envelhecimento precoce”.
Compare abaixo os efeitos causados pelo tabagismo em gêmeos fumantes e não fomantes, numa comparação real em fotos

Na foto acima, vemos duas gêmeas que já foram fumantes, mas esse é um hábito que a da esquerda manteve por mais 17 anos do que a da direita. Olha as diferenças nas pálpebras, que ficaram menores, e nos lábios, onde as rugas da que fumou por mais tempo se acumularam.



Os dois gêmeos já foram fumantes, mas o da direita fumou durante mais 14 anos que o da esquerda.

As rugas labiais são uma das diferenças mais visíveis entre estas irmãs – dessa vez, a fumante é a da direita.



A gêmea da esquerda é uma não fumante. A da direita fumou por 29 anos.



Fonte e créditos: hypeness  



Imprimir