Mulher perde parte do couro cabeludo ao tentar ficar com o cabelo da moda

4 de agosto de 2017

Uma inglesa passou por uma situação traumática após tentar colorir os cabelos...
 
Kirsty Weston, de 29 anos enfrentou uma situação traumática e perigosa após tentar ficar com o cabelo da moda, o chamado "cabelos de unicórnio", uma espécie de degradê de tons coloridos.
A mulher conta que comprou um kit para tingir os fios e seguiu todas as instruções. No entanto algo deu muito errado e Kirsty teve que ficar internada por cerca de 6 semanas por ter tido sérias queimaduras na cabeça e perdido boa parte do couro cabeludo.


De acordo com Kirsty, pouco antes de lavar o cabelo descolorido, ela começou a sentir sua cabeça “queimando”.


“Em 15 minutos, meu cabelo estava liberando fumaça. A dor era tão forte que senti que iria desmaiar. Aconteceu de repente e foi piorando”, afirmou a mulher em entrevista ao jornal Daily Mail.

Ela tentou lavar os cabelos rapidamente mas sem muito sucesso pois o produto já tinha agido em seu couro cabeludo.

No dia seguinte ela conta que seu rosto estava totalmente inchado e mal podia abrir os olhos e foi então que ela resolveu procurar um médico.

Ela tentou conter a reação alérgica com antibióticos e antialérgicos receitados pelo médico, no entanto sem muito sucesso.

Dias depois ela retornou ao hospital, afinal as dores persistam. Foi aí que os médicos notaram que além da alergia, ela também tinha lesões sérias na cabeça. “Um cirurgião plástico veio me ver e, quando levantou meu cabelo, a maior parte do couro cabeludo saiu junto com ele”, comentou.


Kirsty precisou passar por uma cirurgia e outros 5 procedimentos, incluindo um em que parte da pele de sua coxa foi arrancado para substituir o couro cabeludo que havia perdido. 


Kirsty nunca mais terá cabelo natural nas áreas queimadas. Existem algumas possibilidades estéticas, mas a mulher não tem como financiar isso no momento. Por enquanto, ela usa uma peruca doada por uma entidade assistencial.


 

Imprimir